lean thinking

Os 5 princípios do Lean Thinking

Os 5 princípios do Lean Thinking são apresentados no livro Lean Thinking, escrito por James J. Womack e Daniel T. Jones, com sua primeira publicação em 1996. Neste livro, os autores apresentam as suas visões sobre os princípios da Manufatura Enxuta (Lean Manufacturing), baseado no Sistema Toyota de Produção, buscando meios de eliminar desperdícios nas empresas.

Os princípios do lean thinking

Desperdício, para o Lean Thinking,  é qualquer atividade que consome recursos da empresa mas não cria valor ao cliente. Visando a eliminação destes desperdícios, o Lean Thinking aposta em 5 princípios:

Livro Lean Thinking1. Valor

A empresa deve entender o que é valor value – na perspectiva de seus clientes.  Valor é o que determina o quanto um cliente está disposto a pagar por um produto, funcionalidade ou serviço.

A empresa sempre deve investir esforços no que agrega valor à seus clientes e evitar desperdícios com produtos ou serviços que não são interessantes.

2. Fluxo de valor

O fluxo de valor – ou em inglês, The value stream – são todas as etapas que agregam valor ao produto ou serviço em seu processo de ciclo de vida, desde suas origens até o seu encerramento.

Em grande parte dos fluxos de valor, atividades que realmente criam valor para o cliente são poucas. Etapas que não geram valor ao produto ou serviço são consideradas como desperdícios, e devem ser melhoradas ou eliminadas do processo.

3. Fluxo contínuo

O fluxo contínuo  – flow – nada mais é do que uma produção sem interrupções. Após a definição do fluxo de valor, o fluxo contínuo deve operar de forma polida, sem interrupções, esperas e gargalos e as etapas do processo de produção devem andar de forma sincronizada.

O fluxo contínuo entrega valor de forma mais rápida para seu cliente, no menor prazo possível, e com o menor custo possível.

4. Produção puxada

É o modo de assegurar que nada será feito antes do seu tempo. O produto, funcionalidade ou serviço é criado/executado apenas com a ordem do cliente, reduzindo estoques e trabalhos desnecessários. As tarefas e atividades dentro do processo também devem ser executadas em seu tempo, de forma sincronizada.

5. Perfeição

A perfeição* é o objetivo a ser alcançado no Lean Thinking. Através da melhoria contínua, as etapas, processos, pessoas, produtos etc, são melhorados gradativamente até a sua perfeição.

De tempos em tempos, o processo passa por revisões e adaptações, treinamentos são efetuados, novas tecnologias são testadas e implantas para garantir a melhoria contínua.

* A perfeição é utópica, sempre haverá algo que possa ser melhorado. Devemos sempre considerar os custos e benefícios de uma mudança.